sábado, 20 de agosto de 2011

Se me amas

Se me ama
Não me mude, não me use, não mutile
Não abra o baú dos meus sonhos
São como balões
Podem voar

Se me ama
Me deixa ir
Para poder vir
Para poder ficar

Se me ama
Não peça que eu recomeçe
Que eu reinvente
Que eu ignore

Se me ama
Aceita meus vazios
Aceita meus acúmulos
Aceita meus credos

Meus absurdos
Minha insônia
Minha embriaguez fácil
Meu riso solto
Minha cara amarrada

O rosa das minhas unhas
O alto do meu salto
O borrado da minha maquiagem
A incoerência da minha tatuagem

Lembra? Foi assim que tudo começou!
Foi assim que você olhou
Foi assim que você ficou

Não faz tanto tempo assim

Eu gosto do teu cigarro
Gosto do teu olho apertado
Gosto das tuas imitações (e eu rio sempre)
Gosto do teu riso, do teu choro, do teu silêncio
Gosto quando vai embora
Porque volta
Porque fica
Porque entra em mim
Porque se vira la dentro
Porque contorce tudo

E depois
Descansa em paz
Estamos em paz!
Imagens: fragmentos.bz / By Marina Faria
* Marina, obrigada pela gentileza de permitir usar suas lindas ilustrações!

25 comentários:

  1. ler-te é sentir que existe poesia em todos os lugares ate na insônia com este apelo sereno, fatigado de sono, mas plena no dar e receber.não és uma sombra fugaz na noite por tua poesia é de todos os estados, esta em todas as horas "Se me ama
    Aceita meus vazios
    Aceita meus acúmulos
    Aceita meus credos"

    A tua poesia é uma comunhão de sentimentos no consciente da alma...
    a sensibilidade, a beleza, o faz corar de jeito, este jeito sem jeito que tenho de tentar esconder a minha timidez, aqui se abre e fica em paz, ler-te é encontrar a rima na tua farta mesa brocada, cheia de sabor, cor, emoção.
    aqui onde compartilhas tanta emoção palavras cheia de um profundo sentimento, de uma enorme vocação pra ser poema, ser rima, ser canção! pois é assim que escreves, como notas musicais, com beleza, força e verdade.
    acredito que qdo escrevemos com verdade, a
    beleza mostra-se, e faz-se imperativa.deixa-nos desfrutar da tua poesia, encantas da forma como escreves, pareces água, escorre com a leveza e beleza das águas.é assim que vejo-te é assim que és...é assim que vejo-te na tua poesia!
    uma linda semana querida, cheia de muito amor e paz.
    adoro vir aqui...adoro os teus poemas verdadeiros, cheio de verdades sinceras.
    beijinhos amiga...

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Ah, Luiza, o teu poema é tão delicado e real que, duvido, não haja alguém que não "se leia" nele.

    Me permitindo um trocadilho com um dos versos de Manoel de Barros, eu diria que a palavra amor tem que estar cheia. Tem que haver gente dentro dela para que se dê a completude.

    Amar é isso. É voar juntos dividindo as asas. Aí sim, dá-se um amor por inteiro.

    Beijos meus,
    Inês

    ResponderExcluir
  4. Boa noite Luiza, falar de amor e como se tirassemos lembranças vindas de dentro da alma, é sentir o coração acelerando a cada palavra escrita, sentida, tirada do coração...é sentir a emoção vinda das batidas do coração ao falarmos de amor...Amor e amar, juntos nos deixam assim, na manemolencia e na cadencia de um sentimento lindo sem fronteiras, sem paradgmas que possam nos abalar...bjin...me empolguei com tua poesia, bela simetria e suave como teu jeito, teu blog., bjin

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pelo lindo poema. Tua poesia tem muito sentimento. Boa semana. Uma abraço

    ResponderExcluir
  6. Olá Luiza! Realmente, acho que deve existir a lei da reciprocidade. A aceitação deve ser mútua, tanto das virtudes, quanto dos defeitos. Belo poema amiga.

    Muito obrigado pela visita e pelo comentário. Volte mais vezes, pois será sempre um prazer renovado.

    Beijos e ótima semana pra ti e para os teus.

    Furtado.

    ResponderExcluir
  7. Se me ama, me aceite como sou. Isso é muito verdadeiro. Não se muda as pessoas e ninguém deve mudar por outrem. Seus versos estão lindos! E há muita seriedade no poema.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  8. Oi! Patrícia!

    Poema lindo! Que emociona com palavras delicadas que tocam com profundidade!
    Simplicidade e emoção embutida em versos!
    Uma poetisa nata. Adorei e parabéns !

    Uma linda semana!

    Beijos,
    Elaine Crespo

    ResponderExcluir
  9. Gostei muito das palavras (: sigo também.

    ResponderExcluir
  10. Amei, flor!!!

    Ai, Amar...
    ..sinônimo teu.

    beijos

    ResponderExcluir
  11. Amar é aceitar a pessoa como é,será?
    Que gracinha de poem, adorei.
    Felicidades

    ResponderExcluir
  12. lindo poema...amei!!!!abraços.

    ResponderExcluir
  13. Nina, não tenho o que falar do teu comentário! Qualquer coisa que eu diga não vai conseguir descrever minha emoção ao ler o que você escreveu. Fiquei muito, muito feliz e emocionada. Obrigada! De coração obrigada!

    Este vai para meu cantinho especial de recordações.

    Bj na alma!

    ResponderExcluir
  14. Inês, seu trocadilho foi perfeito, ainda mais se estamos falando de Manoel Bandeira!

    Bj flor, e obrigada pelo teu carinho e visitas!

    ResponderExcluir
  15. Simone, você poetizou! Ficou lindo. Tuas palavras são sempre um carinho aqui, nesse cantinho que é NOSSO.

    Bjssss!!!!

    ResponderExcluir
  16. Paulo, uma honra você aqui! Boa semana para você também e obrigada pela visita!
    Bjs

    ResponderExcluir
  17. Rosemildo, bom você aqui sempre!

    Ler o que meus amigos escrevem me dá tanto prazer quanto escrever.

    Bjs no coração!

    ResponderExcluir
  18. Mari, adoro quando vem aqui! Isso mesmo, quem ama não exige mudança...

    Bjs na alma

    ResponderExcluir
  19. Elaine, obrigada pela gentileza!

    Bjs e volte sempre!

    ResponderExcluir
  20. Diane, seja bem vinda! Sempre!

    Obg e bjs

    ResponderExcluir
  21. Bia, amo tua presença aqui!

    Sempre!
    Bjs

    ResponderExcluir
  22. Fenix, volte sempre sempre!

    Vocês são flores que enfeitam esse espaço.

    Bjs

    ResponderExcluir
  23. Oh Jan, coisa boa você aqui de novo. Faz tempo hein!

    Bjs no coração!

    ResponderExcluir
  24. O amor... é a suprema forma de partilha e cumplicidade!!!


    Beijos...
    AL

    ResponderExcluir

Cada click é um toque, um afago, um carinho. Obrigada por ter vindo, lido e comentado. Paz!