terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Te celebrarei

Te celebrarei
No dia que de novo surgiu, dessa vez com chuva e na chuva te cantarei
Não uma canção que possam ouvir, é só pra você
Dançarei de olhos fechados com a cabeça erguida para que a chuva alcance cada centímetro do meu rosto
Dançaremos juntos
Cantaremos juntos
Depois, teu abraço me enxugará, esquentará e afastará o frio que ficou
Te levarei para casa
Seguirei teus passos que ficam marcados na lama da estrada
Não ousarei encaixar meus pés, seguirei ao lado
Ninguém vê que estás ao meu lado. Mas eu sei, posso te sentir, posso te ver.
Vamos no caminho dando risadas bobas, chutando as poças de água que se acumularam, teu braço envolvendo meu ombro de maneira protetora, acolhedora
E nos vamos... Seguindo pela mesma estrada que tantas e tantas vezes andamos
Algumas vezes era eu que te seguia. Outras vezes me levavas no colo, outras vezes no coração
Mas sempre juntos
E estaremos assim por toda vida, porque fizeste uma promessa e dela não podes voltar a atrás:
“Porque és precioso a meus olhos, porque te aprecio e te amo, permuto reinos por ti, entrego nações em teu resgate”

2 comentários:

  1. Muito lindo..fiquei emocionada, por tamanho amor e carinho..abracos Ro

    ResponderExcluir

Cada click é um toque, um afago, um carinho. Obrigada por ter vindo, lido e comentado. Paz!